Comissão da Câmara aprova processo de impeachment por 38 votos a 27

impeachment-12042016

O deputado goiano Jovair Arantes é o relator do processo

A comissão Especial do Impeachment, que tem como relator o deputado goiano Jovair Arantes, aprovou na noite de hoje (11) o parecer favorável à abertura do processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff.

A publicação do resultado no DOU (Diário Oficial da União) deve ocorrer na manhã de quarta (13). Depois disso, irá ao plenário da Câmara dos Deputados, que tem 48 horas para começar a votação, que deve levar cerca de três dias. É preciso que 342 parlamentares (2/3 dos deputados federais) votem pela admissibilidade do processo. Caso seja aprovado na Câmara, o documento segue para o Senado.

Caso 41 ou mais senadores votem a favor do impeachment a presidente será afastada por até 180 dias e tem 20 dias para apresentar defesa. Caso contrário, o processo será arquivado. Durante o afastamento, o vice-presidente Michel Temer assume interinamente.

Por fim, o Senado convoca o presidente do STF (Superior Tribunal Federal) para comandar nova sessão de votação no plenário. Caso 54 ou mais senadores votem a favor, a presidente é destituída do cargo.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *